1. O livro Direito Médico & Contendas Contemporâneas contou com a participação da autora de artigos Dra Taise R D T , são eles:  

1.1 ERRO MÉDICO E A SUBJETIVIDADE DO DANO MORAL, as autores Alessandro Freitas de Faria e Taise Rabelo Dutra Trentin concluem que, mesmo diante das temáticas de natureza econômica, profissional e jurídica, o dano sofrido pelo paciente deve ser reparado, desde que haja um nexo de causalidade entre a conduta do profissional e os diversos fatores externos, que incluem desde as condições do atendimento, seja ele em uma clínica para consulta regular, seja por um plantão de atendimento em situação de risco de morte. 

1.2 As autoras Taise Rabelo Dutra Trentin e Silvia Letícia Assis Pires, com o trabalho JUDICIALIZAÇÃO DO DIREITO À SAÚDE E AS POLÍTICAS PÚBLICAS FRENTE AO ESTATUTO DO IDOSO destacam que se faz necessária a implementação de políticas públicas mais eficientes de modo a tornar efetivo o atendimento ao cidadão idoso sem a necessidade da interferência do Poder Judiciário no Poder Executivo, evitando-se assim uma desregrada e desvirtuada execução por aquele que deveria ater-se a questões jurídicas, arraigando a famigerada judicialização da política.

1.3 As autoras  Thaís Diane Brito e Taíse Rabelo Dutra Trentin apresentam A PROTEÇÃO JURÍDICA DOS EMBRIÕES EXCEDENTÁRIOS FRENTE AO PRINCÍPIO DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA. A discussão quanto à constitucionalidade da Lei de Biossegurança já está sanada, e a aplicação da lei pode ser imposta aos embriões. Porém, a possibilidade da não aplicação cabe a todos aqueles que, de alguma maneira, acreditam ser o embrião humano apenas uma fase inicial do ser humano.